COPA PETROBRAS SORRISO CAMPEÃO DEFINE PRIMEIROS FINALISTAS DA SELETIVA

06/02/2006
Começou oficialmente a temporada do kartismo paulista. Foi disputada neste domingo (5), em Interlagos, a Copa Petrobras Sorriso Campeão, o primeiro grande evento da modalidade em 2006. No total, foram 35 pilotos participantes, divididos em cinco categorias (Cadete, Júnior Menor, Júnior, Graduados A e Graduados B). O número agradou os organizadores e superou com folga a média de participantes registrada no Campeonato Paulista de Kart do ano passado. Também, não faltavam atrativos no torneio. Foram distribuídos cerca de R$ 12 mil em prêmios entre campeões e vices de todas as categorias, além de quatro vagas na final da Seletiva de Kart Petrobrás (duas para a Graduados A e duas para a Graduados B). As disputas pelos lugares na decisão da Seletiva de Kart Petrobras foram mesmo as mais interessantes. Pela categoria principal, a Graduados A, o campeão foi Leonardo Cordeiro, seguido por Fabiano Machado. A grande curiosidade do dia é que eles disputaram a final da Seletiva de Kart Petrobras do ano passado pela Graduados B, depois de garantirem suas vagas justamente na Copa Petrobras Sorriso Campeão. “Ter participado da final pela Graduados B no ano passado vai me ajudar muito na briga pelo prêmio deste ano. Eu chego à decisão muito mais experiente, conhecendo os segredos da Seletiva de Kart Petrobras”, disse o vencedor. Justiça seja feita, outros quatro nomes merecem destaque na Graduados A. Felipe Pohletto fez a pole position e liderava com folga na primeira bateria, até quebrar e ver suas chances evaporarem. Gabriel Dias, estreante na categoria, veio forte na tomada de tempo, ficou em segundo no grid, mas deu um azar absurdo: bateu na largada, nas duas baterias. Um outro rapaz que disputou a Copa Petrobras Sorriso Campeão pensando exclusivamente na vaga na Seletiva de Kart Petrobras acabou batendo na trave: Rafael Monteiro venceu a primeira bateria e chegou em terceiro na final. Dennis Dirani também andou muito forte nas duas provas (foi segundo e quinto), mas não foi suficiente para ir à final. Os estreante chegaram mostrando serviço na Graduados B. O brasiliense Felipe Guimarães deu um show, vencendo as duas corridas da programação. O paranaense Pedro Bianchini teve um pouco mais de dificuldades, travou um duelo interessante com Victor Pedrosa na primeira bateria, mas no fim acabou conquistando sua vaga com o vice. O colombiano Carlos Huerta foi absoluto na categoria Júnior e levou o título, seguido por Giancarlo Vilarinho e Felipes Apezzatto. Bruno Bonifácio conquistou a Júnior Menor, num duelo particular com Jean Aguiar. Pela categoria que reúne os “caçulas” do kartismo (garotos entre 8 e 10 anos), a Cadete, a vitória foi para Erik Gasparini. A quarta edição da Copa Petrobras Sorriso Campeão foi também uma grande festa para os mecânicos. Cada piloto participante inscreveu dois mecânicos no Projeto Sorriso Campeão, uma ação social da Seletiva de Kart Petrobras. Eles receberão tratamento odontológico básico gratuito durante um ano, num programa que incluiu suas esposas e filhos de até 12 anos de idade. Dentro da pista, houve até uma disputa particular entre os mecânicos. Foi o Desafio Petrobras de Equipes, que testa a habilidade dos mecânicos na montagem dos karts. A equipe que trabalhar mais rápido, vence. E os melhor nesta edição foram os integrantes da Sabiá, que derrotaram a Faster no confronto final. Binho Carcasci, promotor da Copa Petrobras Sorriso Campeão, gostou do que viu. “Fiquei muito contente com o aumento no número de participantes no geral e mais feliz ainda de ver a alegria dos mecânicos durante o evento. Eles participam ativamente desta festa, que também é deles. Muitos vieram pessoalmente me entregar as fichas de inscrição preenchidas pelos pilotos, com os nomes dos integrantes do Projeto Sorriso Campeão”, afirmou. O evento contou com a presença de Kelly Pinto, que trabalha como gestora de projetos da Petrobras. Foi a primeira vez que ela acompanhou de perto uma etapa da Seletiva de Kart Petrobras.