MARCELO MEDEIROS E PAULO GRASSI ATINGEM OBJETIVO DO ANO EM SÃO LUÍS

17/08/2008
A quinta etapa classificatória da Seletiva de Kart Petrobras, disputada neste sábado (16), em São Luís, no Maranhão, premiou o esforço de dois pilotos que há muito tempo sonhavam em chegar à final do evento, para ter a oportunidade de estar no grupo dos melhores do Brasil e da Argentina e brigar de igual para igual pelo prêmio oferecido para o campeão investir na carreira, que é de R$ 100 mil. Chegou a vez de Marcelo Medeiros e Paulo Grassi – um maranhense e um paulista. O primeiro deles viveu um fim de semana daqueles inesquecíveis. Mesmo com o grid repleto de pilotos de fora da região, foi ele quem ditou o ritmo o tempo inteiro, fez a pole position, ganhou as duas corridas e somou todos os pontos possíveis na etapa, o que o levou automaticamente à final da Seletiva de Kart Petrobras. Um objetivo antes adiado por duas vezes. “Estou realizando um sonho antigo”, comemorou o piloto maranhense, único representante das regiões Norte e Nordeste na decisão. Ele havia vencido a etapa classificatória em 2003, mas não tinha idade para se classificar, e também em 2006, mas não pôde participar da final porque a data da decisão coincidiu com provas importantes da faculdade. “Agora, nada me tira da final. Estou muito feliz de ter me classificado, deu tudo certo o tempo todo, mas apesar da vitória nas duas corridas eu só senti que estava com a vaga nas mãos mesmo quando vi a bandeirada”, comentou Marcelo Medeiros. Entre os pilotos que ele superou para alcançar seu lugar aparece Leonardo Cordeiro, da Fórmula 3 Sul-Americana, que estava no Maranhão especialmente em busca de uma vaga na final da Seletiva de Kart Petrobras. O outro finalista, segundo colocado na etapa classificatória, será Paulo Grassi. Que finalmente recebeu a recompensa por seu esforço ao longo de todo ano. “Parece que tirei um peso de 20 kg das minhas costas”, disse o paulista, que já havia feito outras duas provas classificatórias em busca da vaga. Enquanto o líder Marcelo Medeiros seguia absoluto, ele travou uma disputa muito interessante pela classificação com o também paulista Rafael Lorençano. Os dois terminaram o evento empatado em pontos – ambos tinham um segundo e um terceiro lugares – mas a vaga ficou com Paulo Grassi porque o critério de desempate era a segunda prova do dia, que ele terminou em segundo. “Chegar à final já é muito bom, mas quero treinar o quanto for possível para ficar com os R$ 100 mil”. O dinheiro pode ajudá-lo no projeto de carreira. Paulo Grassi quer estrear no automobilismo correndo na Fórmula Renault Européia em 2009. Para ele, que ainda está no segundo ano de kart, a decisão do evento será um desafio. Mas nada muito mais complicado do que ele já enfrentou em São Luis. “A maior dificuldade foi a pista úmida, sem dúvida”, comentou. Principalmente na primeira prova. O asfalto, ainda molhado em função da chuva de antes da corrida, traiu muita gente. A habilidade para lidar com o traçado nestas condições, exatamente por conhecer cada pedacinho do circuito, pode ter sido o trunfo de Marcelo Medeiros. Ele soube o caminho ideal a seguir na largada, enquanto seus principais rivais (a maioria de São Paulo), se enroscaram mais atrás, incluindo Leonardo Cordeiro, que bateu na primeira curva. Alberto Catucci e Igor Veras, apontados como fortes candidatos, foram outros que tiveram problemas. Paulo Grassi também se envolveu, mas recuperou-se. Fora da pista, a etapa Norte/Nordeste da Seletiva de Kart Petrobras contou com a presença do vice-presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Clayton Pinteiro. Ele é um dos grandes incentivadores da corrida classificatória no Maranhão, ao lado do presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão, Giovanni Guerra. A etapa, aliás, completou sua nona edição, sempre alternando entre as cidades de Imperatriz e São Luis. Agora, restam apenas mais duas vagas na final da Seletiva de Kart Petrobras, marcada para os dias 25 e 26 de novembro, em São Paulo (SP). Estes classificados serão definidos na Argentina – em data ainda não anunciada. Por enquanto, a lista dos candidatos ao prêmio tem os nomes de Felipe Nasr (DF), Douglas Hiar (SP), Vitor Teiji (SP), Felipe Guimarães (DF), Gabriel Navarrete (GO), Guilherme de Conto (PR), Pipo Derani (SP), Marcelo Anselmi (PR), Marcelo Medeiros (MA) e Paulo Grassi (SP).