Pilotos da F-3 Sul-Americana medem forças no kart em Goiânia

15/07/2009
No próximo fim de semana, três pilotos da Fórmula 3 Sul-Americana, a principal categoria de base do continente, terão um desafio diferente em Goiânia (GO). O paulista Bruno Andrade, o brasiliense Lucas Foresti e o goiano Igor Veras estarão no Kartódromo Ricardo Santos, de volta à modalidade que marcou o início da carreira deles, em busca das duas vagas disponíveis na terceira etapa classificatória da Seletiva de Kart Petrobras. Quem chegar à decisão do evento não só estará entre os doze melhores kartistas do Brasil como também terá a chance de disputar, em igualdade de condições, o prêmio em dinheiro oferecido ao campeão do evento – que será de R$ 100 mil em 2009. "Eu vou especialmente para tentar chegar à final da Seletiva”, reconhece Lucas Foresti. Pensamento semelhante aos seus adversários de Fórmula 3 Sul-Americana. "Já corri com eles várias vezes, posso dizer que são meus amigos, então não chega a existir uma rivalidade. Mas é claro que a disputa é dura para ver quem é mais rápido. Vai ser legal ver isso no kart, onde todos nós temos mais experiência”, prevê o piloto, de 17 anos de idade. A briga ficará ainda mais interessante porque nem todos podem voltar de lá com o objetivo cumprido: estão disponíveis apenas duas vagas para a final da Seletiva de Kart Petrobras. Elas ficarão com os vencedores das duas corridas do fim de semana. A primeira no sábado (27) e a outra no domingo (28). Para evitar surpresas e competir de igual para igual com os garotos locais, que se dedicaram exclusivamente ao kart neste ano, os pilotos da Fórmula 3 Sul-Americana precisarão correr contra o tempo. "Eu só tenho andado de shifter, que é um kart diferente do que vamos usar. Com certeza, preciso de uns treinos”, conta Lucas Foresti. Treinos que ele fará ainda nesta semana para reencontrar os macetes do kartismo. "A readaptação costuma ser rápida, kart é um negócio que você não esquece como guiar e que não dá para parar nunca. É uma escola, um ótimo treino. Até os pilotos de Fórmula 1 praticam quando podem. Eu vou andar sempre que possível”, conclui o piloto, seguindo um discurso comum àqueles que já estrearam no automobilismo e voltam ao kart. Nunca é demais lembrar, na temporada passada o prêmio de R$ 100 mil da Seletiva de Kart Petrobras foi conquistado justamente por um piloto que já estava na Fórmula 3 Sul-Americana, Leonardo Cordeiro. Esta experiência no automobilismo pesou também em 2006, quando o campeão foi Guilherme de Conto, que naquele ano estava disputando a Stock Jr. Histórias que só aumentam as esperanças dos pilotos que chegam da Fórmula 3 Sul-Americana. Os dois novos classificados que serão definidos em Goiânia vão integrar a relação de finalistas que já conta com cinco nomes. São eles: os paulistas Eduardo Banzoli e Leonardo Cordeiro, os paranaenses Claudio Cantelli e Pietro Fantin e o goiano Gabriel Navarrete. Neste fim de semana, o Estado de Goiás pode garantir seu segundo representante na decisão, algo inédito, caso classifique um dos pilotos locais neste fim de semana.