Seletiva de Kart Petrobras fará sua terceira eliminatória em 2011, neste fim de semana, no Maranhão

29/06/2011
Duas vagas para a disputa dos R$ 110 mil reais estarão em jogo em Imperatriz Nos dias dois e três de julho em Imperatriz, no Maranhão, será realizada a terceira etapa da Seletiva de Kart Petrobras, com mais duas vagas em disputa para a grande final, que será realizada em Registro, em São Paulo, em data ainda à ser definida, e, conseqüentemente aos prêmios de R$ 110 mil para o campeão, R$ 8 mil para o vice e R$ 3 mil para o terceiro colocado. Para Imperatriz, a Seletiva terá um formato diferente do de costume, onde os dois classificados para a final serão os pilotos com o maior número de pontos após quatro baterias de 13 voltas cada. A tomada de tempo será realizada no sábado (2), junto com as duas primeiras corridas, e no domingo (3) as duas provas restantes. O promotor da Seletiva de Kart Petrobras, Binho Carcasci, explica como serão definidos mais dois finalistas para a competição. "Em acordo com a Federação do Maranhão definimos este formato diferente. Ao todo, serão quatro corridas, todas valendo pontos, sendo a prova final com pontuação dobrada. Além disso, os participantes vão poder descartar um dos resultados. O treino classificatório definirá o grid de largada da primeira prova apenas". "A partir da segunda corrida os pilotos largarão na posição em que chegarem na etapa anterior. Ou seja, se um piloto chegar em terceiro na primeira corrida, largará em terceiro na segunda prova. O vencedor das três corridas iniciais levará 11 pontos, o 2º nove, o 3º oito, o 4º sete e assim vai até o décimo. Na disputa final, o vencedor ganhará 22 pontos, o segundo 18, o terceiro 16, o quarto 14 e continua também até o décimo colocado". Além do formato diferente, para Binho, o maior desafio para os pilotos será se adaptar as características da pista e da cidade. "A previsão para todo o fim de semana é de muito calor, típico do Maranhão. Para quem for do Sul e Sudeste do país, onde está muito frio atualmente, não será fácil. Outra coisa complicada será se adequar a pista, que possui um asfalto muito abrasivo. Os pilotos terão apenas um jogo de pneus para todo o fim de semana". "Como cada prova terá 13 voltas, serão 52 só de corrida, fora o classificatório. No final, bem na hora da corrida mais importante, os pneus estarão mais gastos. Por isso será fundamental trabalhar com calma e cuidar bem do equipamento. De toda forma tenho certeza que teremos mais uma grande disputa e é muito bom voltar para o Maranhão, já estava com saudade", encerra Binho Carcasci.