Copa Petrobras Sorriso Campeão define três primeiros finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2012

01/07/2012
Gabriel Casagrande garantiu, pelo segundo ano consecutivo, vaga para a fase final da disputa do maior prêmio do kartismo brasileiro. Já Renato Júnior e Ariel Varella estreiam na luta pelo título

Na primeira prova classificatória da Seletiva de Kart Petrobras, três pilotos - um paranaense, um capixaba e um carioca - garantiram vaga para a fase final da disputa pelo prêmio de R$ 117 mil que será oferecido ao vencedor do torneio neste ano. Os três completaram a Copa Petrobras Sorriso Campeão, realizada no último sábado (31) no kartódromo de Interlagos, em São Paulo, respectivamente na segunda, terceira e quarta posições.

O título da Copa ficou com o veterano André Nicastro, vencedor das duas corridas do dia - mas que não disputa a Seletiva de Kart Petrobras por estar fora da faixa etária permitida pelo regulamento do torneio para os finalistas, que é entre 14 e 18 anos de idade. André, um dos maiores nomes do kart brasileiro, tem 32.

O primeiro a se classificar para a final foi o carioca Renato Júnior. Recém promovido à categoria Graduados do kart, o bicampeão brasileiro da modalidade vai disputar sua primeira decisão de Seletiva de Kart Petrobras aos 15 anos de idade. Renato garantiu vaga com o segundo lugar na corrida que abriu a Copa Petrobras Sorriso Campeão - vencida por Nicastro.

Situação semelhante viveu Gabriel Casagrande. O piloto do Paraná esteve perto de conquistar uma das três vagas disponíveis já na primeira corrida. Na última volta, ele chegou a tentar a ultrapassagem que lhe daria a segunda posição sobre Renato Júnior, mas acabou caindo novamente para terceiro. Sua passagem para a grande final da Seletiva de Kart Petrobras aconteceu na segunda corrida. Dessa vez Casagrande chegou a liderar parte da prova, mas foi superado por Nicastro nas voltas finais. Cruzou a linha de chegada em segundo e se tornou o primeiro ‘veterano’ do evento em 2012 - já que havia disputado a final no ano passado.

"Foi importante conseguir a vaga já no primeiro evento, e foi difícil também porque na última volta o (Gabriel) Casagrande veio com muita pressão e chegou a me passar. Minha expectativa é de encontrar os melhores pilotos na final. Mas é difícil prever como será a decisão. São apenas 12 finalistas, mas certamente teremos um grid muito equilibrado", completou.

Para Casagrande, a conquista da vaga logo na primeira classificatória do ano é um panorama completamente diferente do que ele enfrentou em 2011 - quando ficou com a última vaga disponível, durante o GP Lubrax. "A sensação de me classificar logo na primeira corrida do ano é muito boa. Em 2011 só assegurei minha vaga aos 48 do segundo tempo, e posso garantir que estar garantido na final desde o começo do ano é muito mais tranquilo", disse o piloto.

Por já ter estado na final da Seletiva no ano passado, Casagrande espera disputar o título em 2012. "Agora já sei como funciona a fase final, qual é a nossa rotina naqueles dois dias, e na parte técnica também já tenho noções melhores de acerto do kart. Acho que essa experiência é uma vantagem que os veteranos têm sobre os novatos na Seletiva Petrobras, embora isso seja minimizado pelo equilíbrio do equipamento e o alto nível dos pilotos. O grande desafio na fase decisiva é não ter o seu preparador, então é você, seu kart, e o mecânico que está lá só para te ajudar. As decisões sobre o acerto têm que ser todas do piloto. Então se não der certo a culpa não é do equipamento, é sua", avaliou.

Ariel Varella, piloto do Espírito Santo, foi um dos grandes destaques da Copa Petrobras Sorriso Campeão. Figurou entre os líderes o tempo todo, e soube jogar com o regulamento na hora de garantir sua vaga pela soma de pontos. Na segunda prova do dia, Ariel teve a oportunidade de se aproximar de Gabriel Casagrande, mas preferiu não atacar e se manter em terceiro. Posição que lhe rendeu o maior número de pontos e, consequentemente, a terceira vaga para a decisão. "Foi um campeonato difícil, com muitos pilotos fortes tentando a vaga. Estou feliz porque consegui fazer bem meu trabalho e cumpri meu objetivo que era me classificar. Garantir a vaga já no primeiro evento do ano tira um peso das costas. Daqui para frente é me preparar para encontrar os melhores pilotos do ano na final. E, claro, tentar vencê-los", ressaltou o piloto.

Pelo 10º ano consecutivo, além de apontar os primeiros finalistas da Seletiva de Kart Petrobras, a Copa Petrobras Sorriso Campeão deu a largada para o projeto social que lhe dá nome. Com 39 pilotos no grid da categoria Graduados durante o fim de semana de disputas em Interlagos, mais de 100 mecânicos foram inscritos no Projeto Sorriso Campeão. Dessa forma, estes profissionais, mais suas esposas e filhos de até 12 anos, terão um ano de tratamento odontológico gratuito. O número de pilotos também foi recorde na história da competição - superando os 32 karts que estiveram no grid da Copa em 2004.

"Só posso fazer uma avaliação super positiva desta edição da Copa Petrobras Sorriso Campeão. Estamos comemorando 10 anos com um recorde, que foi o crescimento do grid. Em 2004 tivemos 32 pilotos e hoje (sábado), 39. Além disso, conseguimos cadastrar cerca de 80 mecânicos, além de seus familiares, para o projeto social por trás disso tudo, que é o Projeto Sorriso Campeão. Então só posso ficar muito feliz por tudo o que aconteceu neste fim de semana", avaliou Binho Carcasci, promotor da Seletiva de Kart Petrobras.

Carcasci ressaltou, ainda, o alto nível técnico dos três classificados - que, em sua visão, já começam garantindo uma final de alto nível para a Seletiva de Kart Petrobras 2012. "O Gabriel Casagrande era estreante em 2011e foi vice-campeão com um desempenho excepcional. Por isso, minha opinião é que ele vai para a final deste ano como um dos favoritos. O Renato (Júnior) e o Ariel (Varella) são dois jovens talentos que têm tudo para fazer uma apresentação tão boa na final quanto foi a do Gabriel no ano passado", avaliou o promotor.

Embora fora da disputa por vagas na final da Seletiva de Kart Petrobras, o carioca André Nicastro fechou o fim de semana como grande vencedor da Copa Petrobras Sorriso Campeão. André comentou sua conquista e lembrou, também, suas duas participações na decisão da seletiva.

"Já tinha disputado a Copa Petrobras Sorriso Campeão duas vezes antes, mas não tive muita sorte. Também corri duas finais da Seletiva de Kart Petrobras, em 2002 e 2003, e nas duas estava liderando até a última bateria, mas o título escapou. Hoje deu tudo certo, venci todas as provas do fim de semana e conquistei mais esse título que, certamente, entra na lista dos mais especiais da minha carreira", comentou.

Com a experiência de quem já conquistou o terceiro lugar no Campeonato Mundial de Kart e quatro títulos brasileiros da modalidade, André deixou seu conselho para os finalistas de 2012.

"Adorei as duas oportunidades que tive de disputar a final da Seletiva de Kart Petrobras. E acho que, se eu pudesse dar um conselho aos finalistas, diria que é preciso ser constante especialmente nas tomadas de tempo de regularidade, e aproveitar bem as provas finais que valem muitos pontos na disputa".

A temporada da Seletiva de Kart Petrobras prossegue no próximo dia 21 de abril, quando mais um piloto será classificado durante a etapa do Campeonato Mineiro de Kart - que será realizada no Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte.