MARIO ROMANCINI CHEGA AO BICAMPEONATO NA COPA PETROBRAS SORRISO CAMPEÃO

21/03/2005

Título garantiu ao piloto a chance de disputar o prêmio de R$ 70 mil na final da Seletiva de Kart Petrobras, em dezembro.

A temporada do kartismo paulista começou oficialmente neste domingo (13), em Interlagos (SP), com a disputa da terceira edição da Copa Petrobras Sorriso Campeão. O evento reuniu quatro categorias e distribuiu um total de R$ 8.550 em prêmios (pouco menos do que o previsto anteriormente, porque as categorias Mirim, Júnior e Júnior Menor não foram realizadas). O principal destaque da competição foi a disputa pelas primeiras vagas na final da Seletiva de Kart Petrobras. Assim como no ano anterior, o classificado foi Mario Romancini, que conquistou o bicampeonato no torneio. O outro finalista na Graduados A será o paranaense Claudio Cantelli, vice-campeão. Ambos disputarão o prêmio de R$ 70 mil (mais R$ 7 mil para o melhor estreante) na decisão da Seletiva, marcada para dezembro, em Brasília (DF). Já são três os pilotos com vaga assegurada para a final, porque Guilherme de Conto havia conquistado um lugar por antecipação.

Pela primeira vez, os pilotos da Graduados B também participarão da final da Seletiva de Kart Petrobras, em busca de um cheque de R$ 18 mil. Serão seis classificados ao longo do ano. Os dois primeiros foram conhecidos na Copa Petrobras Sorriso Campeão: Leonardo Cordeiro, o campeão, e Fabiano Machado, o vice. O título na Novatos ficou com Felipe Ferreira, que teve um duelo particular com o segundo colocado, Carlos Escarlate. Na Cadete, venceu Jean Aguiar, contra Lucas Barros. “O meu objetivo principal aqui na Copa Sorriso era alcançar a classificação para a Seletiva e eu consegui pelo segundo ano consecutivo. Agora posso ir para as outras competições muito mais tranqüilo, sabendo que tenho meu lugar garantido na disputa pelo prêmio”, disse Mario Romancini, que foi muito pressionado no final da corrida decisiva.

O segundo colocado, Cláudio Cantelli, cruzoua linha de chegada muito próximo ao adversário. “Não é de hoje que eu venho esperando a oportunidade de lutar por uma vaga na Seletiva e finalmente chegou a minha vez. Eu vinha treinando há bastante tempo para poder chegar aqui em boas condições e estou muito feliz de aparecer entre os finalistas”, comentou o piloto, que acabou de ser promovido da categoria Graduados B, onde conquistou o título brasileiro. No ano passado, Cláudio Cantelli não tinha a idade mínima para participar da decisão da Seletiva de Kart Petrobras (16 anos), mas mesmo assim viajou até a Argentina para disputar uma das etapas de pré-classificação e ganhar experiência. Assim como Mario Romancini, ele foi um dos representantes do Brasil no Mundial de Kart, na Itália.

Até os mecânicos competiram na Copa Petrobras Sorriso Campeão. Eles participaram do Desafio Petrobras de Equipes, que testou as habilidades no trabalho com o kart (colocar o escapamento, o bico e trocar as rodas). A vencedora do torneio eliminatório foi a equipe Jonas, do piloto Vinícius Quadros, que recebeu R$ 1 mil. A Faster, de Mario Romancini, ficou com o vice e o cheque de R$ 500. “Conseguimos fazer um evento que, além das corridas, oferece um ambiente festivo, algo que não se vê durante o ano. O clima é muito diferente nas outras competições. Tenho certeza que brincadeiras como a que promovemos com os mecânicos ajudam a fazer da Copa Petrobras Sorriso Campeão uma grande festa”, disse Binho Carcasci, promotor do evento. Cada piloto participante indicou dois mecânicos para receberem um ano de tratamento odontológico gratuito no Projeto Sorriso Campeão, juntamente com suas esposas e filhos de até 12 anos. “Fico muito satisfeito por ver que a iniciativa de criar um prêmio para a Graduados B foi positiva e agradou os pilotos. É a confirmação de que a Seletiva sempre traz novidades interessantes, deixando o evento ainda mais especial para os kartistas”, afirmou Luis Fernando Meinicke, Gerente de Planejamento da Comunicação da Petrobras Distribuidora. O apoio da empresa foi o que viabilizou a criação do prêmio específico para a Graduados B na decisão da Seletiva de Kart Petrobras. Entre os que estiveram acompanhando a Copa Petrobras Sorriso Campeão em Interlagos estavam Raul Boesel (piloto da Stock Car), Max Wilson (ex-piloto de testes da Williams) e Bia Figueiredo (da Fórmula Renault). O calendário completo, com as demais etapas classificatórias da Seletiva, será divulgado nas próximas semanas. Os organizadores aguardam apenas a definição de algumas datas dos campeonatos regionais.

GRADUADOS A

Mario Romancini fez um ótimo trabalho na Copa Petrobras Sorriso Campeão, mas contou com uma dose de sorte para ficar com a vaga. O principal favorito era Sérgio Jimenez, o pole position, que liderava a prova final quando teve que abandonar com problemas no sistema de freio. Antes, outro concorrente de nome já havia enfrentado problemas com o carburador: Eduardo Leite, vencedor da primeira bateria, abandonou a corrida decisiva logo nas primeiras voltas. Mario Romancini dominou o restante da corrida e só foi ameaçado na última volta, por Cláudio Cantelli, quando resolveu poupar o equipamento. “Estava tudo sob controle”, ele garante.

GRADUADOS B

A disputa mais acirrada foi na Graduados B. A vaga estava nas mãos de Tales Dias, que havia vencido a primeira bateria e liderou a corrida final pela maior parte do tempo. Com uma boa vantagem sobre os adversários, via de longe a disputa que acontecia logo atrás, entre Nathan Silva, Leonardo Cordeiro e Fabiano Machado. Aos poucos, o trio que brigava pelo segundo lugar se aproximou dele, que acabou ultrapassado por Leonardo Cordeiro faltando quatro voltas para a bandeirada. Uma volta depois, Nathan Silva também ganhou a posição de Tales Dias e levou o troco em seguida. A disputa acabou em acidente na penúltima volta. Sorte de Fabiano Machado, que se manteve longe das confusões e herdou a segunda vaga.

NOVATOS

Com um grid reduzido, a Novatos alinhou junto com a Graduados B e teve um duelo particular entre Felipe Ferreira e Carlos Escarlate. Depois de duas baterias, o título acabou com o estreante Felipe Ferreira, que levou seu kart até o final da prova decisiva, mesmo com a carenagem danificada. Carlos Escarlate abandonou e ficou com o vice.

CADETE

Bastante pressionado por Lucas Barros no meio da prova, Jean Aguiar imprimiu um ritmo mais forte na parte final da corrida e conseguiu se livrar do assédio do adversário, vencendo e conquistando o título na categoria Cadete.

Texto: Tiago Mendonça Cel.: (11) 8331.5464 tiagomendonca@rleme.com.br

R. Leme/AutoMotor Tel.: (11) 3845.2722 Fax: (11) 3848.9768 rpleme@uol.com.br