Cascavel recebe a Seletiva de Kart Petrobras pela primeira vez

10/10/2016
Cascavel, no oeste paranaense, é uma das cidades mais tradicionais do automobilismo nacional. Com um autódromo fundado há quase 50 anos, a cidade recebe as principais categorias do esporte a motor brasileiro e, neste final de semana (dia 15), será sede da Copa Brasil de Kart no Kartódromo Delci Damian. Para a Seletiva de Kart Petrobras, um dos principais eventos de apoio à modalidade no país e que está completando 18 edições, a disputa será ainda mais especial. Será a primeira vez que uma etapa classificatória acontece em Cascavel.

Serão mais três pilotos selecionados para a grande final, marcada para novembro na Granja Viana, em São Paulo. Dos 12 finalistas, seis já estão com as vagas garantidas: os mineiros Gabriel Paturle, Matheus Tonussi e Gustavo Zwetkoff, os gaúchos Pedro Goulart e Arthur Leist e o paulista Marcel Coletta.

"Estamos muito felizes por levar a Seletiva de Kart Petrobras a um novo kartódromo, especialmente em uma cidade que tem um público que adora automobilismo. Desde 1999, quando começamos a competição, já passamos por 32 cidades e 17 estados no Brasil. E este ano teremos dois novos munícipios, já que depois de Cascavel, vamos para Teresina, outro local inédito", comenta Binho Carcasci, idealizar e organizador da Seletiva.

"A Copa Brasil é um dos campeonatos mais fortes do país e tenho certeza de que será uma das etapas classificatórias mais concorridas do ano", completou Carcasci.

Na primeira lista de inscritos para o campeonato estão dois ex-finalistas de 2015, que voltarão a tentar a vaga: o paulista Gabriel Sereia e o paraibano Sérgio Crispim.

"Estou muito confiante em conseguir me classificar para a Seletiva. Desta vez, acredito que tenho grandes chances de vencer. No ano passado, como era meu primeiro ano, acabei tendo alguns problemas com o regulamento, pois não estava nada acostumado. Mas acredito que amadureci e aprendi com os erros cometidos na final de 2015", declarou Sereia, de 17 anos.

"Tem uma geração nova e muito veloz que subiu de categoria e que disputará a Seletiva, mas acredito que tenho uma pequena vantagem por já ter corrido no ano passado. Estou muito otimista", completou o kartista paulista.

Crispim, de 16 anos, também acredita numa disputa acirrada em Cascavel. "A Copa Brasil é um dos campeonatos mais difíceis, onde estará a maioria dos pilotos do país e, muitos desses, são pilotos que carregam uma longa história de vitórias e que sempre estão na frente disputando a primeira colocação e também a vaga da Seletiva de Kart Petrobras", disse. "Espero levar o título da competição pra casa, já que no ano passado foi por um ‘fio de cabelo’ e acabei ficando com o vice", finalizou o paraibano.

Os treinos da Copa Brasil acontecerão durante toda a semana. Na sexta (14), serão realizados os treinos e baterias classificatórias. E a final será no sábado (15). Ficarão com as vagas da Seletiva de Kart Petrobras os três melhores colocados na Copa Brasil na categoria Graduados, que estejam dentro dos critérios do evento (entre 15 e 18 anos, ex-campeões também não podem disputar a vaga).

Os finalistas concorrerão a maior premiação da modalidade no país. Além do prêmio de 70 mil reais para o campeão e 6 mil para o vice-campeão, três vencedores participarão de um programa de orientação que inclui um teste com simulador de F-1 na Europa, um teste com uma equipe do automobilismo de base europeu, com a orientação de um coaching, acompanhamento físico e psicológico, experiência com carros de turismo no Brasil, palestra sobre marketing e media training.