Campeão da histórica 18ª edição será conhecido nesta quarta-feira

28/11/2016
Um dos principais torneios de apoio ao kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras prepara-se para conhecer esta semana os vencedores de sua histórica 18ª edição. As disputas começam nesta terça-feira (29) e seguem até quarta-feira (30) com os 12 finalistas selecionados ao longo do ano nas principais competições nacionais. A decisão acontecerá no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP), que também foi palco da 1ª edição da Seletiva em 1999.

Os mineiros Gabriel Paturle, Matheus Tonussi e Gustavo Zwetkoff, os gaúchos Pedro Goulart, Arthur Leist e Bruno Bertoncello, os paulistas Marcel Coletta, Victor Schoma, Luiz Filipe Matheus e Gabriel Sereia, o brasiliense Lucas Okada e o paranaense João Victor Zanetti vão acelerar forte para concorrer a maior premiação do kart no Brasil. O campeão fatura 70 mil reais em dinheiro e o vice-campeão fica com 6 mil reais. Além disso, três vencedores participarão de um programa de orientação, que inclui teste de Fórmula 4 Italiana na Europa, experiência em simulador de F-1, treinamento físico, media training e palestra sobre marketing esportivo.

"Fico muito feliz em chegar a mais uma decisão e honrado por ter em nosso evento um dos patrocínios mais duradouros do esporte a motor no Brasil. A Petrobras sempre esteve ao nosso lado nestas 18 edições, apoiando as mudanças que fizemos, tanto na parte técnica, quanto na premiação e permitindo a estes jovens kartistas viver novas experiências, que os ajudarão na sequência de suas carreiras", comentou Binho Carcasci, idealizador e organizador da Seletiva de Kart Petrobras.

"Acredito que teremos mais uma edição muito disputada, com alto nível técnico, avaliando os finalistas em diversos aspectos. Como os equipamentos são equalizados, nosso objetivo, com a forma diferenciada de disputa, é que o talento realmente apareça e que vença o piloto que souber juntar velocidade, constância, estratégia e preparo físico e mental. Dos 12 concorrentes apenas três (Bertoncello, Sereia e Luiz Matheus) já disputaram a final da Seletiva em outras edições, então vamos ter uma mistura de pilotos experientes, novatos e quem sabe algumas surpresas", completou.

Como funciona a final da Seletiva de Kart Petrobras
O evento contará com três tomadas de tempo, já valendo pontos, e cada uma delas tem a finalidade de destacar pelo menos um fundamento importante do piloto. A primeira tem os 12 kartistas divididos em seis grupos de dois, sendo que os pilotos de cada grupo utilizam o mesmo kart. Essa primeira sessão terá cinco minutos de duração, e o piloto que fizer o melhor tempo do grupo marca seis pontos; o que fizer o pior tempo, três.

Na segunda tomada, todos os 12 finalistas utilizam o mesmo kart para dar uma única volta lançada cada. O vencedor da sessão faz seis pontos; o segundo, quatro, o terceiro, três, e assim sucessivamente.

Na terceira, novamente são formadas seis duplas. Os pilotos entram na pista para seis voltas cronometradas, e o que as completar em menos tempo soma mais seis pontos; o outro, três.

A pontuação nas três tomadas formará o grid para a 1ª eliminatória. O evento ainda terá uma 2ª eliminatória (com dois pilotos já eliminados na 1ª eliminatória) e depois a 1ª bateria final e a 2ª bateria final.

Na 1ª eliminatória, os pilotos são divididos em grupos de quatro. O último colocado de cada um vai para uma repescagem e só o vencedor avança.

A 2ª bateria eliminatória tem dois grupos de cinco pilotos, nas quais avançam os dois melhores de cada grupo. Dos outros seis, o que tiver a maior pontuação também passa. Os outros cinco disputam outra repescagem, e só o melhor chega à final.

Na fase final, apenas seis pilotos seguem na briga. Em todas as corridas, os pilotos vão somando pontos. Será declarado vencedor da Seletiva de Kart Petrobras 2016, o piloto que ao final das três sessões de tomada de tempo, das provas eliminatórias e das baterias finais houver obtido o maior número de pontos.

Outra característica da disputa é que cada piloto recebe um jogo de pneus, apenas, para toda a competição. Ou seja, é preciso cuidar da borracha ao longo da disputa para que se chegue à final com ela ainda em boas condições. Todos os kartistas disputam a prova com chassis Bravar.

Confira a programação para a final da 18ª edição da Seletiva de Kart Petrobras:

Terça-feira
9h45 - Warm Up
10h15 - 1ª Tomada de tempo
Seqüência - 2ª Tomada de tempo
Seqüência - 3ª Tomada de tempo


Quarta-feira
9h00 - Warm Up
10h00 - Início das corridas
13h00 - Reinício das corridas
17h00 - Pódio