Seletiva de Kart Petrobras: Coletta, Bueno e Goulart saem na frente na briga pelas vagas em Penha

20/07/2017
A disputa pelas três primeiras vagas na final da 19ª edição da Seletiva de Kart Petrobras começou pra valer nesta quinta-feira (dia 20), no kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), com a primeira bateria classificatória entre os pilotos da categoria Graduados. A Seletiva integra a programação da 52ª edição do Campeonato Brasileiro de Kart.

E a briga foi boa. Em 13 voltas disputadas, a corrida teve várias trocas de pilotos na liderança e, no final, a vitória ficou com o paulista Marcel Coletta (kart #177). Como o piloto é o atual campeão da Seletiva de Kart Petrobras e, por isso, não pode mais concorrer à vaga, o primeiro beneficiado foi justamente o seu irmão Murilo Coletta (kart #77), que terminou a prova em segundo. Seguindo os critérios da Seletiva (pilotos entre 15 e 18 anos), o segundo na disputa pela vaga foi o paranaense Edgar Bueno Neto (kart #112), quarto na bateria, e o gaúcho Pedro Goulart (kart #119), que cruzou a linha de chegada em quinto.

Murilo, que já foi finalista da Seletiva de Kart Petrobras em 2015, comemorou o resultado, mas sabe que ainda tem muita coisa pela frente. As três primeiras vagas para concorrer a maior premiação da modalidade no país serão distribuídas para os três melhores colocados na final, que acontecerá no sábado (22), a partir das 11h30 (ao vivo no SporTV).

Ainda, nesta sexta-feira (21), os pilotos terão mais duas provas classificatórias. As três baterias definirão o grid de largada da final. A cada corrida serão atribuídos pontos para os pilotos, de acordo com suas posições de chegada. A ordem de largada da final será definida pela menor soma de pontos perdidos nas três baterias.

“Estou muito contente. Larguei em quinto e, logo no início, já percebi que o kart estava rápido e fui administrando as ultrapassagens e até cheguei a liderar. Mas, no final, o motor do kart perdeu rendimento. Fizemos a corrida com cerca de 21 graus (Celsius) e não tínhamos ainda andado nesta temperatura. Estava muito frio e, mesmo no warm up, estava cerca de 13 graus. Mas é algo que é fácil de ajeitar para as próximas provas e estou bastante confiante”, declarou Coletta.

Bueno, que luta para ser finalista da Seletiva pela primeira vez, também ficou feliz com o bom começo. “Larguei em sexto e me posicionei entre os três primeiros. Mas, pela experiência que tive aqui na semana passada, quando corri a primeira fase do Brasileiro na Sudam e arrisquei mais no início, sei que isso me prejudicou na final. Então, preferi agora controlar melhor, tentar chegar bem posicionado para largar bem na final, mas sem correr riscos”, contou.

Pedro Goulart, que largou da pole position, terminou a disputa em quinto, mas também mostrou um ritmo muito forte. O piloto já foi finalista da Seletiva no ano passado.

Binho Carcasci, organizador e idealizador da Seletiva de Kart Petrobras desde 1999, ressaltou o equilíbrio da disputa. “Foi uma corrida muito disputada, com muitas ultrapassagens. Em 13 voltas, o Pedro, o Olin Galli, o Bruno Bertoncello, o Murilo lideraram a bateria, além do Marcel que venceu. Foi só uma prova do que já imaginávamos. A briga vai ser muito boa até a final”, destacou Carcasci. A final da 19ª edição da Seletiva de Kart Petrobras terá mais uma vez 12 kartistas. Além da etapa em Penha, os demais classificados (sempre três por evento) serão conhecidos em Minas Gerais (19 de agosto), Aldeia da Serra (23 de setembro) e Paraíba (14 de outubro). A data e local da grande final serão divulgados em breve.

O campeão da 19ª edição da Seletiva de Kart Petrobras vai faturar 85 mil reais, o vice-campeão 8 mil reais e mais um piloto será premiado, com os três participando de um programa de orientação, que inclui teste com monoposto de base na Europa, treino em carro de turismo no Brasil, experiência em simulador de F-1 e muito mais.

Os melhores na 1ª Bateria Classificatória em Penha (Graduados):
1) 177-Marcel Coletta (FAEM),
2) 77-Murilo Della Coletta (FAEM), à 0.255 *
3) 111-Bruno Bertoncello (FGA), à 0.736
4) 112-Edgar Bueno Neto (FASP), à 0.888 *
5) 119-Pedro Michellon Goulart (FGA), à 2.480 *
6) 65-Gabriel C. Sereia (FPRA), à 2.946 *
7) 21-Sérgio R. S. Crispim (FAEP), à 3.245 *
8) 1-Olin Vieira Galli (FASP), à 3.582
9) 70-Vinicius F. A. Ponce (FASP), à 3.722 *
10) 16-Lucas T.F. Okada (FADF), à 4.227 *
11) 818-Arthur Leist (FASP), à 5.087 *
12) 28-Andre Nicastro (FADF), à 6.723
13) 25-Giuliano Raucci (FMA), à 7.641
14) 47-Nathaniel Bueno (FPRA), à 7.898
15) 80-Gabriel Paturle (FMA), à 8.072 *
16) 48-Lucas Faria Nogueira (FMA), à 8.876
17) 218-Vinícius M. Paparelli (FASP), à 9.708
18) 13-Pedro Bianchini (FPRA), à 11.015
19) 61-Allan Croce (FASP), à 14.183 *
20) 91-Lucca Croce (FASP), à 16.076
21) 72-Gustavo Justo (FGA), à 18.514
22) 128-Dennis Dirani (FASP), à 1 volta
23) 9-Pedro H.Schmitt Gurgacz (FPRA), à 7 voltas *
24) 12-Augusto C. Fontanella (FGA), à 11 voltas

*Pilotos que podem concorrer às vagas da Seletiva de Kart Petrobras