SELETIVA PETROBRAS CHEGA AO MARANHÃO PARA A ETAPA MAIS FESTIVA DA TEMPORADA

24/08/2005
A cidade de Imperatriz, no Maranhão, é o destino dos principais kartistas das regiões Norte e Nordeste neste fim de semana. Pelo quinto ano consecutivo eles terão a oportunidade de disputar uma vaga na final da Seletiva de Kart Petrobras, que será disputada em dezembro, em Brasília (DF), oferecendo um prêmio de R$ 70 mil para o campeão (além de outros R$ 7 mil para o melhor estreante). Chegar à decisão do evento representa a chance de concorrer em igualdade de condições com os melhores pilotos do Brasil e um representante estrangeiro. O formato de disputa tem por objetivo premiar o piloto que demonstre mais habilidade e requisitos técnicos, para que ele possa investir o dinheiro na continuidade da própria carreira. É a busca do sonho de estar na lista dos classificados para a decisão que enche de motivação os garotos da região, na maioria das vezes prejudicados pelas enormes diferenças de orçamento em relação aos pilotos do Sul e Sudeste, o pólo do kartismo no Brasil. Para tentar derrubar a barreira da falta de patrocínio os pilotos locais tentam assegurar neste domingo (28) uma vaga na disputa pelos R$ 77 mil da final da Seletiva de Kart Petrobras. Além do dinheiro envolvido na disputa, existe o prestígio de estar presente num evento patrocinado por uma empresa ligada à Fórmula 1 e a possibilidade de estar numa das vitrines mais importantes da modalidade. Pela importância que tem para a região, a etapa maranhense (que é alternada entre Imperatriz e São Luis todos os anos) costuma ser a mais festiva do calendário, com a presença de personalidades, eventos paralelos e muitos pilotos no grid. Neste ano, a cidade de Imperatriz receberá pilotos de Palmas (TO) e São Luís (MA), além do atual campeão brasiliense, Rafael Blanco, e de um dos representantes brasileiros no kartismo europeu, Rafael Suzuki. Todos eles estarão no Maranhão exclusivamente em busca da vaga na final da Seletiva de Kart Petrobras. A festa inclui até mesmo um show de manobras radicais nos intervalos das corridas. Apesar do equilíbrio esperado nas disputas, um piloto aparece como favorito. É o paraense Jhonattan Rechzinski, revelado para o kartismo nacional ao disputar a Seletiva de Kart Petrobras do ano passado, que chegou mais cedo na cidade e começou a treinar nesta quarta-feira (24), três dias antes do início da programação oficial. Dos pilotos das regiões Norte e Nordeste ele foi o que chegou mais longe numa final. Terminou em quinto no ano passado. O resultado deu uma guinada na carreira de Jhonattan Rechzinski, que veio para São Paulo disputar o Campeonato Paulista Light de Kart e está disputando o título da categoria. Agora, ele quer participar mais uma vez da Seletiva para firmar seu nome no cenário nacional. A programação em Imperatriz começa neste sábado (27), com os treinos livres. As atividades mais importantes, no entanto, ficam para domingo (28): serão realizadas a tomada de tempo e duas baterias de 20 voltas cada. Fica com a vaga o piloto que somar mais pontos nas duas provas. Até o momento, são oito os finalistas da Seletiva de Kart Petrobras na Graduados A: Guilherme de Conto, Mario Romancini, Claudio Cantelli, Caio Zanani, Sérgio Jimenez, Clemente Faria Jr., Vinícius Quadros e o equatoriano Fernando Cevallos.