PILOTOS DE DIFERENTES REGIÕES DISPUTAM UM LUGAR NA SELETIVA EM IMPERATRIZ

27/08/2005
Conseguir patrocínio para deixar o kart e partir para o automobilismo é uma das missões mais complicadas do esporte a motor. Se já é difícil para quem compete no Sudeste, o grande centro do kartismo, imagine para os pilotos das regiões Norte e Nordeste do Brasil, que têm estruturas menores em comparação com os adversários do restante do País. É para ajudar os competidores a vencer esta barreira que há quatro anos a Seletiva de Kart Petrobras realiza uma etapa classificatória no Maranhão, sempre alternando entre as duas cidades mais importantes do Estado. Neste domingo (28) é o circuito de Imperatriz (no ano passado foi São Luís) que recebe a prova mais importante do ano para os pilotos da região. Serão duas corridas e o piloto que somar mais pontos estará classificado para a final da Seletiva de Kart Petrobras, marcada para dezembro, em Brasília (DF), valendo um prêmio de R$ 70 mil para o campeão, mais R$ 7 mil para o melhor estreante. Quem aparece muito bem na disputa é o paraense Jhonattan Rechzinski (o classificado do ano passado), que vem treinando desde quarta-feira (24) e foi um dos mais rápido nos treinos livres. Destaque também para o paulista Rafael Suzuki, piloto que compete na Europa e está no Maranhão exclusivamente para tentar a vaga na decisão da Seletiva de Kart Petrobras. Ele fez uma simulação de corrida neste sábado, virou o melhor tempo e constatou que o maior desafio para os pilotos e os equipamentos será o calor. A temperatura ambiente é de 38o C, a da pista chega a 60o C e os pneus de Rafael Suzuki terminaram a simulação em frangalhos, com o pirômetro apontando 115o C (o ideal é 90o C). Rafael Blanco é outro que veio especialmente para tentar se garantir na final, viajando de Brasília até Imperatriz. Um piloto da casa com boas chances é Lucas Valadão, de 19 anos, que tem como grande trunfo a experiência na pista maranhense. Ele não se assusta com a presença de pilotos de fora do Estado. "É sempre assim, aqui no Maranhão todo mundo vem tentar a vaga, mas no final a disputa é bastante equilibrada. Confio muito no meu potencial, sei que dá pra tentar a vitória", afirma o piloto, que ficou em segundo na etapa do ano passado. As atividades oficiais em Imperatriz começaram apenas neste sábado (27), embora a pista tenha recebido treinos extras desde o meio da semana. Como o traçado é pouco utilizado ao longo do ano, os tempos registrados pelos pilotos foram baixando desde as primeiras voltas. A expectativa é que as melhores condições de pista sejam encontradas no domingo (28), com o circuito bem emborrachado. Rafael Suzuki, o mais veloz, já está virando dois segundos melhor que nos primeiros treinos. A programação para domingo prevê a tomada de tempo para às 10h00, a primeira corrida para às 11h15 e a segunda para às 12h30. Já são oito os finalistas da Seletiva de Kart Petrobras na Graduados A: Guilherme de Conto, Mario Romancini, Cláudio Cantelli, Caio Zanani, Sérgio Jimenez, Clemente Faria Jr., Vinícius Quadros e o equatoriano Fernando Cevallos.