DUZENTAS PESSOAS TRABALHAM PARA CONCLUIR AS OBRAS DO KARTÓDROMO DE ARACAJÚ

08/10/2005
Pela primeira vez na história a cidade de Aracajú, no Sergipe, recebe uma etapa de classificação da Seletiva de Kart Petrobras. O evento, marcado para este sábado (8), começa a fortalecer o esporte a motor naquela região: será a primeira prova oficial do Kartódromo Internacional Emerson Fittipaldi, o mais novo e um dos maiores do Brasil (tem 1.370 metros de extensão). Para cumprir o prazo e apresentar as melhores condições possíveis para a corrida, uma equipe de 225 profissionais dividiu o espaço do circuito com pilotos, mecânicos e karts nesta sexta-feira (7). Os esforços para concluir as obras na parte externa da pista continuaram mesmo após o início dos treinos livres. O traçado estava pronto, mas faltava terminar a área dos boxes e boa parte da estrutura. O asfalto, concluído durante a madrugada, também representou um desafio para os pilotos. Estava extremamente escorregadio, por ser muito novo, e sujo, em razão da areia que o vento traz da praia. Para encarar o novo kartódromo, os competidores entraram na pista utilizando um acerto muito parecido com o que é aplicado sob chuva, embora o traçado estivesse completamente seco. O tempo de volta foi melhorando aos poucos. O primeiro piloto a entrar na pista foi Pedro Nunes, virando 59s5. No fim do dia, a marca já havia caído para 54s5. “A data da prova da Seletiva de Kart Petrobras era o prazo para a conclusão do kartódromo e eles fizeram de tudo para receber o evento. Foi uma grande mobilização, que teve todo o apoio do Governo do Estado”, reconheceu Binho Carcasci, promotor da Seletiva. Se na parte de estrutura ainda faltam algumas coisas, o traçado só recebeu elogios. Pedro Nunes, que disputou o último Campeonato Mundial de Kart, em Portugal, gostou bastante da pista. “É o circuito mais legal que eu já andei, tanto pelo traçado quanto pelo visual”, disse. Na reta, o piloto consegue ver o mar, que fica ao lado do kartódromo. Pedro Nunes concorre à vaga na final da Seletiva de Kart Petrobras, marcada para dezembro, em Brasília (DF), valendo um prêmio de R$ 77 mil no total. Ele terá a concorrência de Felipe Pohletto, Lucas Finger, César Ramos e Rafael Blanco, que foram ao Sergipe especialmente disputar um lugar na decisão. As obras em torno do circuito não devem alterar a programação, que já está definida. Será realizado um treino livre na manhã deste sábado (8) e depois os pilotos partem para o treino classificatório, às 10h15. Serão duas baterias: uma às 11h30 e outra às 13h00. Fica com a vaga quem somar mais pontos nas duas. Até o momento, são dez os classificados para a final na categoria Graduados A: Guilherme de Conto, Mario Romancini, Cláudio Cantelli, Caio Zanani, Sergio Jimenez, Clemente Faria Jr., Vinícius Quadros, Fernando Cevallos, Rafael Suzuki e Lucas Rodrigues.