PEDRO GOULART, finalista da Seletiva de Kart Petrobras 2016

 

 


 

O gaúcho Pedro Goulart se classificou e garantiu vaga para a final da Seletiva de Kart Petrobras na segunda etapa classificatória, realizada no dia 24 de setembro, durante a realização da Copa Petrobras Sorriso Campeão, no Kartódromo de Interlagos (SP). Essa será a primeira vez que Pedro irá disputa a final. Confira a entrevista com o piloto e suas expectativas para participar da decisão da 18ª edição.


1. Você já tinha tentado se classificar para a Seletiva de Kart Petrobras em outros anos? Como está a expectativa para a decisão?

Não, nunca tinha tentado me classificar, e agora que estou classificado para a final da Seletiva estou mais aliviado, mas ansioso para a decisão.


2. A disputa da final da Seletiva tem um regulamento particular. Já chegou a olhar como funciona? Como pretende se preparar e quais campeonatos vai disputar até lá?

Sim, eu olhei um pouco o regulamento e pretendo me preparar fisicamente e mentalmente para a final. Este ano ainda irei competir a Copa Brasil de Kart que será realizada em Cascavel e o SKUSA que será realizado em Las Vegas.


3. Você foi campeão brasileiro nesta temporada, na categoria Sudam. Conte um pouco sobre sua carreira, como começou e as principais conquistas.

Esse foi meu primeiro ano na categoria Graduados e estou conseguindo bons resultados. Conquistei meu primeiro título Brasileiro de Kart na categoria Sudam. Na ocasião, nós não começamos a semana muito bem, mas para a tomada de tempo consegui fazer o terceiro tempo com pouca diferença do primeiro, ganhei a primeira classificatória e me mantive sempre entre os três primeiros nas corridas. Na final onde valia tudo larguei de segundo e não fiz uma largada muito boa, acabei caindo para sexta colocação, mas consegui me recuperar e vencer a corrida e levar o título de campeão brasileiro para casa.  


4. Quais os seus objetivos para o futuro da sua carreira? Como imagina sua trajetória no esporte?

Ainda não tenho um caminho certo que irei traçar e temos que começar aos poucos. No ano que vem irei competir na F3 e vou procurar aprender e evoluir bastante na categoria.

 

5. Como analisa os seus concorrentes selecionados até agora? Você conhece, acompanha um pouco o que estão fazendo?

Os pilotos que já estão classificados são de excelente nível e a maioria deles correu ou ainda corre comigo na mesma categoria. Acredito que vai ser uma final bem disputada.